quarta-feira, 7 de novembro de 2012

maquiagem do dia a dia !

Reações: 




1:   Com a pele bem limpa, passe o corretivo
2:  Passe a base de acordo com a cor da sua pele, essa que eu usei é bege claro!
3 : Passe o pó de acordo com a cor da sua pele, esse que usei é bege médio!
4: Passe o blush de sua preferencia, esse que usei é  pink!
5: Passe o lapis de olho preto!
6: Passe o delineador preto!
7: Passe o rímel  preto alongador de cílios !
8: Passe o lapis para delinear a boca, o que eu usei foi o marrom !
9: Passe o batom rosa fashion !
10: Passe o gloss passe o rosa coral!

obs: nessa maquiagem não usei sobras !!

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

pílula do dia seguinte, fique por dentro!

Reações: 

Bula de Diad

Diad é uma pílula do dia seguinte utilizada em caso de emergência para evitar a gravidez.
O Diad é um medicamento que tem como substância ativa o Levonorgestrel, e para que o remédio possa agir com eficácia, deve ser tomado até 72 horas após o contato íntimo desprotegido. É importante ressaltar que este é um método de emergência, logo o Diad não deve ser utilizado com frequência, pois pode causar problemas de saúde devido a sua alta concentração de hormônio.

Indicações do Diad

Prevenção da gravidez.

Efeitos colaterais do Diad

Dor abdominal inferior; dores de cabeça; tontura; fadiga; náuseas; vômito; alteração no ciclo menstrual; fadiga; sensibilidade nos seios; sangramento irregular.

Contraindicações do Diad

Gravidez confirmada; mulheres em fase de lactação.

Modo de uso do Diad

Uso Oral
Adulto
  • Um comprimido de Diad deve ser administrado logo que for conveniente ao paciente, mas no máximo 72 horas após a relação desprotegida. O segundo comprimido do medicamento deve ser administrado 12 horas após o primeiro.

Os 10 maiores sintomas de que você está grávida!!

Reações: 

1. Vontades e fome fora de hora


É, é um clichê, mas a vontade repentina de comer alguma coisa pode ser um sinal de gravidez. É um sintoma não muito confiável, porque você pode estar sugestionada (ou até ser um sinal de que seu corpo precisa de determinado nutriente), mas, se as vontades começarem a aparecer e você tiver algum outro sintoma da lista, é bom fazer as contas para saber se a menstruação não está atrasada. 

A vontade de comer pode aparecer em horários estranhos, como no meio da madrugada, na forma de um "buraco" no estômago que precisa ser preenchido de qualquer jeito. 

2. Bicos dos seios mais escuros e veias muito aparentes


Se a pele da aréola, a região em torno do mamilo, ficar mais escura, pode ser que você esteja grávida. O escurecimento pode também indicar algum desequilíbrio hormonal, ou ser efeito de uma gravidez anterior. Se as veias dos seus seios, mãos ou pés estão aparecendo demais, pode ser sinal de gestação (ou pode ser que você esteja acalorada!), desde que junto com algum outro sintoma da lista. 

3. Sangramentos irregulares e cólicas


Se você estiver grávida, cerca de oito dias depois da ovulação, pode ser que você tenha pequenos sangramentos vaginais, como no início da menstruação, e um pouco de cólica. É um sinal de que o zigoto (o óvulo fertilizado) está se alojando no endométrio, a camada de sangue que reveste o útero e que é eliminada a cada menstruação. 

Muitas mulheres têm esse tipo de escape e têm certeza de que estão para ficar menstruadas, quando na verdade já estão grávidas. 

4. Vontade de fazer xixi a toda hora


Uma vez que o embrião se implanta e começar a produzir o hormônio gonadotropina coriônica humana (hCG), você pode começar a precisar ir ao banheiro com mais frequência

Para algumas mulheres, porém, fazer mais xixi é uma característica do período pré-menstrual, portanto o sintoma pode não ser tão claro. Uma boa indicação é começar a precisar levantar para fazer xixi à noite, se antes isso nunca tinha acontecido. 

5. Sono e cansaço


Você anda desmaiando no sofá à noite, na frente da TV? Passa o dia bocejando? A alta concentração de progesterona no organismo de uma mulher grávida pode deixá-la exausta. 

sono excessivo é marca registrada do início da gravidez, embora não possa ser tomado como 100 por cento sinal de gestação se aparecer isolado, sem outro sintoma.

6. Seios inchados e doloridos


Se você estiver grávida, seus seios vão provavelmente ficar cada vez mais doloridos,mais ou menos como ficam logo antes de você ficar menstruada (ou seja, mais um sinal que confunde bastante com o período da TPM), talvez com um pouco mais de intensidade. Os mamilos também podem ficar mais sensíveis. Quando o organismo se acostumar aos novos níveis hormonais, o incômodo deve melhorar. 

7. Alterações no paladar ou no olfato


Você pode começar a sentir um gosto metálico na boca, ou passar a não suportar mais o sabor do café ou de algum alimento de que normalmente gosta. Ou então passar a sentir cheiros que nunca tinha notado antes, e ficar incomodada com eles. 

8. Enjoos


Com sorte, a náusea só vai aparecer algumas semanas depois da concepção (as mais sortudas chegam a não ter nem um pingo de enjoo a gravidez inteira). Mas não é incomum começar a se sentir enjoada antes mesmo do atraso da menstruação. O enjoo pode aparecer a qualquer hora do dia -- e costuma piorar quando o estômago está vazio. 

9. Atraso menstrual


Se você tem ciclos menstruais regulares e a menstruação está atrasada, vale a pena fazer um teste de gravidez. O atraso na menstruação é o sinal mais garantido de gravidez no caso de mulheres que têm ciclos regulares. 

E finalmente... 

10. Um teste de farmácia positivo


Se você obteve um resultado positivo num teste de gravidez de farmácia, feito com a urina, você deve estar mesmo grávida! O teste detecta a presença do hCG no organismo, e o hormônio só é produzido em caso de gravidez, exceto em casos raríssimos. 

Às vezes o exame dá negativo porque foi feito cedo demais, por isso vale a pena esperar alguns dias e tentar de novo. Mas, com o resultado positivo nas mãos (que devem estar tremendo), não tem muito erro. Pode comemorar! Marque uma consulta com seu ginecologista para confirmar a boa notícia.

Dúvidas que a maioria tem!!

Reações: 
     Dúvidas que a maioria tem!!

líquido liberado antes da ejaculação pode engravidar?


 olha só…. Existem diversas especulações sobre esse assunto. Realmente o homem libera esse líquido que serve para lubrificar o pênis durante a relação sexual  e também para higienizar o canal da uretra, pois é por ali que o xixi é liberado. Teoricamente, os espermatozoides não deveriam ser liberados junto com aquele líquido.
Mas na prática não é bem assim que acontece.Quando o homem tem ejaculação, obviamente acontece uma descarga de semem cheio de espermatozoides  O que pode acontecer é que alguns podem se prender às paredes da uretra e ficar por ali. E então, o que acontece? Quando vem o líquido lubrificante ele pode “arrastar” estes espermatozoides perdidos e levar para fora do corpo.
Lembrando que, um espermatozoide  não vive muito tempo, essa possibilidade se dá quando existe um pequeno intervalo de tempo entre uma ejaculação e a liberação do líquido seguinte. A urina ainda pode expelir os espermatozoides que estava na uretra.
Como você vê, a possibilidade desse líquido engravidar é muito pequena, pois a quantidade de espermatozoides nele é mínima. O espermatozoide precisa sobreviver forte a urina e ao tempo fora do seu local de origem, depois sair são e salvo no líquido, enfrentar todas as barreiras do corpo da mulher e ainda ter a sorte de encontrar um óvulo prontinho para ser fertilizado… Bom, ele precisa ser um “cara” bem forte, saudável e esperto.

Apesar da possibilidade de engravidar ser pequena, o risco existe. Por via das dúvidas, a melhor coisa é não confiar na pouca possibilidade. Super Espermatozoide existe SIM! 

Mitos e verdades sobre unhas

Reações: 

CRENÇA: Não se pode tirar o esmalte com acetona, pois ela danifica a unha. RESPOSTA: Verdade. A acetona é uma substancia muito agressiva, que, em contato com a unha, a deixa cada vez mais fraca e esbranquiçada. O correto é usar removedores sem acetona que não agridem e/ou ressecam as unhas.

CRENÇA: Não se pode tirar o esmalte com acetona, pois ela danifica a unha. RESPOSTA: Verdade. A acetona é uma substancia muito agressiva, que, em contato com a unha, a deixa cada vez mais fraca e esbranquiçada. O correto é usar removedores sem acetona que não agridem e/ou ressecam as unhas.

 

CRENÇA: Manter as unhas sempre úmidas pode causar doenças.RESPOSTA: Verdade. A umidade excessiva favorece o surgimento de micoses como o

CRENÇA: Manter as unhas sempre úmidas pode causar doenças.RESPOSTA: Verdade. A umidade excessiva favorece o surgimento de micoses como o "unheiro". O correto é evitar deixar as mãos úmidas por muito tempo. Quem trabalha expondo frequentemente as mãos e unhas à água deve manter as mãos bem secas após o término da sua atividade para evitar ataques de fungos e bactérias que levarão a doenças.

CRENÇA: O formato das unhas facilita que as mesmas encravem ou se lasquem com mais facilidade.RESPOSTA: Verdade. As unhas dos pés, preferencialmente, devem ter o formato quadrado para impedir que elas encravem. O uso de sapatos apertados contribui para o surgimento de unhas encravadas. Já o formato ovalado é ideal para unhas das mãos que são habitualmente fracas e quebradiças. Unhas nesse formato

CRENÇA: O formato das unhas facilita que as mesmas encravem ou se lasquem com mais facilidade.RESPOSTA: Verdade. As unhas dos pés, preferencialmente, devem ter o formato quadrado para impedir que elas encravem. O uso de sapatos apertados contribui para o surgimento de unhas encravadas. Já o formato ovalado é ideal para unhas das mãos que são habitualmente fracas e quebradiças. Unhas nesse formato "quebram" com menos facilidade.

CRENÇA 1: Pintar as unhas com esmaltes escuros as deixam escuras. RESPOSTA: Mito. Na verdade, o que deixa as unhas escuras são algumas substâncias presentes na maioria dos esmaltes convencionais, como o formaldeído, o tolueno e o benzeno, que agridem as unhas, as tingindo gradativamente, conforme o uso dos esmaltes.

CRENÇA 1: Pintar as unhas com esmaltes escuros as deixam escuras. RESPOSTA: Mito. Na verdade, o que deixa as unhas escuras são algumas substâncias presentes na maioria dos esmaltes convencionais, como o formaldeído, o tolueno e o benzeno, que agridem as unhas, as tingindo gradativamente, conforme o uso dos esmaltes.

 

CRENÇA 2: Cortar as unhas ao invés de lixá-las faz com que elas fiquem mais fracas e quebradiças.<br />RESPOSTA: Mito. Cortar ou lixar as unhas não interfere na saúde das mesmas, já que este processo não é feito em sua matriz, mas sim na extremidade da unha, quando ela já passou por toda a sua fase de crescimento.

CRENÇA 2: Cortar as unhas ao invés de lixá-las faz com que elas fiquem mais fracas e quebradiças. RESPOSTA: Mito. Cortar ou lixar as unhas não interfere na saúde das mesmas, já que este processo não é feito em sua matriz, mas sim na extremidade da unha, quando ela já passou por toda a sua fase de crescimento.

 

CRENÇA 3: Para obter melhor resultado, as unhas devem sempre ser cortadas onde começa a “carne”.<br />RESPOSTA: Mito. Esta parte debaixo da unha nada mais é que uma proteção da própria. Cortando rente a ela, a unha pode sofrer alguns danos, como o descolamento, ou até, ser machucada. O certo é deixar uma pequena parte da unha para cima, para que esta proteção continue ativa.

CRENÇA 3: Para obter melhor resultado, as unhas devem sempre ser cortadas onde começa a “carne”. RESPOSTA: Mito. Esta parte debaixo da unha nada mais é que uma proteção da própria. Cortando rente a ela, a unha pode sofrer alguns danos, como o descolamento, ou até, ser machucada. O certo é deixar uma pequena parte da unha para cima, para que esta proteção continue ativa.

CRENÇA: Para as pessoas que são alérgicas, pode-se passar uma base hipoalergênica e qualquer outro esmalte por cima.RESPOSTA: Mito. A base hipoalergênica não garante que será feita uma película ou filme sobre a unha que impeça que o suposto esmalte convencional não irá entrar em contato com a unha e causar alergia.

CRENÇA: Para as pessoas que são alérgicas, pode-se passar uma base hipoalergênica e qualquer outro esmalte por cima.RESPOSTA: Mito. A base hipoalergênica não garante que será feita uma película ou filme sobre a unha que impeça que o suposto esmalte convencional não irá entrar em contato com a unha e causar alergia.

CRENÇA: É possível contrair hepatite fazendo as unhas.RESPOSTA: Verdade. Se no salão que você frequenta a sua manicure não toma todas as prevenções necessárias, a possibilidade de contrair a doença é grande. Além de higienizar o material, é necessário esterilizá-lo de forma correta. O mais eficaz é ter o seu próprio kit de manicure e levá-lo sempre que for fazer as unhas.

CRENÇA: É possível contrair hepatite fazendo as unhas.RESPOSTA: Verdade. Se no salão que você frequenta a sua manicure não toma todas as prevenções necessárias, a possibilidade de contrair a doença é grande. Além de higienizar o material, é necessário esterilizá-lo de forma correta. O mais eficaz é ter o seu próprio kit de manicure e levá-lo sempre que for fazer as unhas.

 

CRENÇA: Não se pode tirar a cutícula, o correto é empurrá-la.RESPOSTA: Verdade. A cutícula é uma pele que se sobrepõe à unha, agindo como uma proteção natural contra bactérias e fungos. Removendo-a, a unha se torna suscetível a tais problemas.

CRENÇA: Não se pode tirar a cutícula, o correto é empurrá-la.RESPOSTA: Verdade. A cutícula é uma pele que se sobrepõe à unha, agindo como uma proteção natural contra bactérias e fungos. Removendo-a, a unha se torna suscetível a tais problemas.

CRENÇA: O correto é deixar as unhas sem esmalte para que ela possa “respirar”.RESPOSTA: Mito. As unhas são constituídas por células mortas de queratina, sendo assim, elas não têm necessidade de “respirar”. O que pode ocorrer é o ressecamento e enfraquecimento das unhas em virtude da esmaltação contínua feita por esmaltes convencionais que possuem tolueno, benzeno e formaldeído (agressivos às unhas). Para a saúde das unhas, é sempre bom optar linhas de esmaltes que não agridam as unhas e são livres destas substâncias tóxicas. Utilizando esses esmaltes sem agressividade, é possível esmaltar as unhas todos os dias sem intervalos e sem agressão às mesmas.

CRENÇA: O correto é deixar as unhas sem esmalte para que ela possa “respirar”.RESPOSTA: Mito. As unhas são constituídas por células mortas de queratina, sendo assim, elas não têm necessidade de “respirar”. O que pode ocorrer é o ressecamento e enfraquecimento das unhas em virtude da esmaltação contínua feita por esmaltes convencionais que possuem tolueno, benzeno e formaldeído (agressivos às unhas). Para a saúde das unhas, é sempre bom optar linhas de esmaltes que não agridam as unhas e são livres destas substâncias tóxicas. Utilizando esses esmaltes sem agressividade, é possível esmaltar as unhas todos os dias sem intervalos e sem agressão às mesmas.